Onze prefeitos pernambucanos estiveram com a ministra Marta Suplicy, em seu gabinete, na tarde desta quarta-feira (10) para assinar a adesão de seus municípios ao Sistema Nacional de Cultura (SNC). Eles estiveram acompanhados do senador Humberto Costa, e dos deputados Pedro Eugênio e João Paulo Lima e da deputada estadual Isabel Cristina. Os municípios que, a partir de hoje, passam a fazer parte do SNC são Machados; Águas Belas; Serra Talhada; Custódia; Junqueira, Abreu e Lima, Jatobá, Orocó, São José do Egito; Ingazeira; Surubim e Ibirajuba.

Os temas tratados na reunião foram além da assinatura de adesão. Os prefeitos quiseram obter ainda informações sobre programas e projetos da pasta que podem ser implantados em suas cidades. A ministra falou sobre os Centros Unificados das Artes e dos Esportes (CEUs), entre outros programas.

O Vale-Cultura também foi apresentado no encontro. Marta explicou que o benefício mensal de R$ 50,00 poderá ser utilizado para aquisição de produtos culturais como livros, CDs, DVDs, comprar ingressos para shows, cinemas, teatro. Isso vai fomentar a economia do municípios e dar aos cidadãos meios para que possam consumir Cultura.

A reunião teve um saldo positivo na avaliação do senador Humberto Costa, que agradeceu a atenção e a disposição da ministra de trabalhar em conjunto. Em resposta, Marta Suplicy reafirmou o compromisso com os municípios. “Tudo o que for necessário e estiver ao alcance do MinC estará à disposição de todos vocês para que a Cultura chegue a cada um desses municípios”, finalizou a ministra.

O Sistema Nacional de Cultura

A partir da assinatura, o prefeitos se comprometem a implantar em seus municípios a estrutura cultural exigida pelo Ministério da Cultura (MinC). Em contrapartida, o MinC oferece todo o apoio para o desenvolvimento de políticas culturais. A ministra explicou aos presentes sobre o funcionamento do Sistema.

Trata-se de um modelo de gestão que visa estimular e integrar as  políticas públicas culturais implantadas por governo, estados e municípios. O objetivo do sistema é descentralizar e organizar o desenvolvimento cultural do País, para que todos os projetos tenham continuidade, mesmo com a alternância de governos.

Texto: Rosiene Assunção

Categorias: Notícias
Tags: ,

Postado por em | 0 comentários