Encerrou-se na última sexta-feira, (24/05), a Oficina de Implementação de Sistemas de Cultura em Fotaleza (CE). O evento foi realizado pelo Ministério da Cultura por meio da Secretaria de Articulação Institucional (MinC/SAI) e da Representação Regional Nordeste, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e faz parte do I Ciclo de Oficinas que visam auxiliar os municípios a estruturarem seus sistemas de cultura. Participaram do encontro, 70 gestores de todas as regiões do estado, além de conselheiros de cultura, servidores e representantes do município de Fortaleza.

A Ministra da Cultura, Marta Suplicy, marcou presença no segundo dia da Oficina. Em seu pronunciamento destacou a relevância do Sistema Nacional de Cultura (SNC) e do incentivo do Governo Dilma para o vale-cultura no valor de R$ 50: “Lula alimentou o corpo, agora Dilma alimenta a Alma”, ressaltou a ministra.

Destaca-se que o Secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, Marcelo Pedroso, observa a relevância do apoio dos estados para a realização da oficinas: “graças a parceria dos governos estaduais, por meio das Secretarias de Estado de Cultura, estamos realizando, em 2013, oficinas em 18 estados brasileiros”.

Ministrada por servidores da SAI e da Representação Regional do Nordeste, com consultoria da Unesco, a oficina apresentou conceitos, princípios e componentes do SNC. A capacitação foi realizada com palestras e debates e a utilização de exercícios práticos sobre planejamento de atividades para a construção de sistemas de cultura.

A cerimônia de abertura, no dia 22 de maio, contou com a presença, dentre outras autoridades, do secretário-adjunto de Estado da Cultura do Ceará, Eduardo Fidéles; da organizadora do Plano Estadual de Cultura, Patrícia Xavier; e do representante do Ministério da Cultura, coordenador-geral de Institucionalização e Monitoramento do SNC, Pedro Ortale; que ministrou a palestra Bases conceituais, jurídicas e institucionais do Sistema Nacional de Cultura.

“A Oficina de Implementação de Sistemas Estaduais e Municipais de Cultura no Ceará foi possível ser realizada graças à essencial parceria da Secretaria de Cultura do Estado, além do apoio do Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura. Foram momentos de intensa troca: reflexões que, certamente, enriquecem e qualificam o processo de estruturação do Sistema Nacional de Cultura”, avaliou Pedro Ortal, Coordenador Geral de Institucionalização e Monitoramento do SNC, setor responsável pela coordenação das atividades das oficinas.

Eugênio Oliveira, gestor do Município de Assaré, afirmou que, “apesar de alguns Municípios estarem mais adiantados do que outros no processo de adesão ao SNC, todos precisam implementar os respectivos sistemas municipais de cultura”.

Ampla participação

A atividade reuniu 70 participantes dos municípios cearenses Acopiara, Aquiraz, Araripe, Assau, Aurora, Beberube, Catarina, Crateús, Fortaleza, General Sampaio, Hidrolândia, Ibiapina, Icapuí, Iguatu, Ipaporanga, Ipaumirim, itaitinga, Itapera, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Lucas, Morada Nova, Pacatuba, Pentecoste, Quixadá, Quiserê, Russas, Salitre, São Benedito, Sobral, Tururu e Uruberetama.

Fátima Diógenes, secretária de Cultura e participante da oficina, relata a importância do evento: “Sempre é um desafio! Espero absorver o máximo de informações possíveis. O material fornecido para o processo é de fácil entendimento e com muitas informações relevantes.”

“Estou feliz pela iniciativa do Ministério da Cultura de promover a oficina. É um momento para o fortalecimento da cultura no interior. Os facilitadores da oficina possuem uma didática fácil que simplificou o processo de implementação do SNC, finalizou Blásco Monte, da Assessoria de Planejamento e Gestão do município de Quixadá.

Fonte: Ascom/MinC

Categorias: Notícias
Tags:

Postado por em | 0 comentários