A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, agente financeiro do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA, divulgaram hoje a lista preliminar dos projetos aptos a participar do processo seletivo em cinco das Chamadas Públicas lançadas no final de 2013. As chamadas PRODECINE 01/2013, PRODECINE 05/2013, PRODAV 03/2013, PRODAV 04/2013 e PRODAV 05/2013 disponibilizam, juntas, um total de R$ 83 milhões em investimentos na produção de obras de longa-metragem e no desenvolvimento de projetos de produção independente para televisão

As atas de habilitação, trazendo as listas preliminares de projetos habilitados e inabilitados, com a justificativa para a decisão, podem ser consultadas aqui.

Em sua primeira edição, a chamada pública PRODECINE 05/2013, criada para atender prioritariamente a projetos de maior relevância artística, recebeu 198 inscrições. Já pela PRODECINE 01/2013, o Fundo recebeu 158 propostas. Com um total de R$ 50 milhões, essas duas linhas são voltadas para investimento em projetos de longas-metragens de ficção, documentário ou animação.

As novas linhas de ação do FSA, que contam com R$ 33 milhões para suporte ao desenvolvimento de projetos e formatos destinados a diversos segmentos, também tiveram grande número de inscritos.

A chamada PRODAV 03/2013 recebeu 200 propostas de incubação de núcleos criativos. A chamada PRODAV 04/2013 recebeu 72 propostas de desenvolvimento de projetos interessados em receber suporte dos laboratórios de desenvolvimento que serão implementados pela ANCINE. Já a chamada PRODAV 05/2013, que conta com recursos para investimento em desenvolvimento de projetos de obras e formatos, teve 407 inscrições.

Prazo para interpor recursos vai até 20 de junho

Os responsáveis pelos projetos considerados inabilitados têm até o dia 20 de junho para interpor recursos junto ao BRDE. Os recursos deverão ser enviados por meio de formulário específico, disponível no site do banco na internet, que deve ser preenchido e encaminhado para o endereço:

Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE

Representação no Rio de Janeiro

Av. Rio Branco, nº 181, sala 3504 – Centro

CEP: 20.040-007 – Rio de Janeiro – RJ

Após a avaliação e a divulgação dos resultados dos recursos, o BRDE publicará a lista definitiva de projetos habilitados nessas cinco chamadas do FSA.

Prazo para comprovação de classificação da empresa produtora vai até 31 de julho

Os proponentes dos projetos habilitados devem comprovar sua classificação como agente econômico brasileiro independente perante a ANCINE até o prazo máximo de 31 de julho. A declaração, cujo modelo pode ser acessado neste link, deve ser enviada devidamente preenchida e assinada por um representante legal da empresa para o e-mail registro.documentos@ancine.gov.br.

O Fundo Setorial do Audiovisual

Desde a sua primeira convocatória, em dezembro de 2008, o Fundo Setorial do Audiovisual já contemplou cerca de 400 projetos de distribuição e produção para cinema e TV.

Campeões de bilheteria como “Minha mãe é uma peça”, “Muita calma nessa hora 2”, “Somos tão jovens”, “Faroeste caboclo” e “O palhaço”, e obras premiadas em festivais como “Hoje eu quero voltar sozinho”, “Tatuagem” e “Avanti Popolo”, têm o apoio do Fundo. Em 2013, os filmes lançados com investimentos do FSA foram responsáveis por 70% da bilheteria nacional.

Produções de perfis variados que chegaram às TVs aberta e por assinatura também contaram com aportes do FSA, como as séries de animação “Historietas assombradas (para crianças malcriadas)” – campeã de audiência na TV paga, segundo o Ibope – e “Osmar, a primeira fatia do pão de forma”; e séries de ficção como “As canalhas”, “Três Teresas” e “Amor Veríssimo”.

Outra importante área de atuação do FSA é o estímulo à expansão do parque exibidor brasileiro, por meio do Programa Cinema Perto de Você, gerenciado pela ANCINE em parceria com o BNDES.

Fonte:Ancine

Categorias: Notícias
Tags: , ,

Postado por em | 0 comentários