A Fundação Cultural de Palmas (TO) lançou esta semana, em parceria com o Programa Brasil de Todas as Telas, o Edital Procine Palmas FCP/FSA 2015 – Linha de Apoio à Produção Audiovisual Palmense. O edital contemplará nove projetos com um total de R$ 1,035 milhão em recursos, sendo R$ 345 mil do Fundo Municipal de Apoio à Cultura e R$ 690 mil do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), na modalidade Investimento em Projeto.

Serão selecionados um projeto de produção e finalização de longa-metragem no valor de R$ 750 mil; cinco projetos de produção e finalização de filmes de curta-metragem, sendo quatro de ficção e uma obra de animação no valor total de R$ 210 mil; dois projetos de produção e finalização de documentários em curta-metragem no valor total de R$ 45 mil (R$ 22,5 mil por filme); e um projeto de apoio à produção de um programa cultural destinado à exibição em TV aberta no valor total de R$ 30 mil.

A ação faz parte do eixo de Suplementação Regional do Programa Brasil de Todas as Telas, que busca estimular o desenvolvimento regional da produção audiovisual brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais.

Inscrições

As inscrições estão abertas até o dia 27 de abril. Podem se inscrever empresas produtoras brasileiras independentes, domiciliadas em Palmas, com fins lucrativos, registradas na ANCINE e classificadas como agentes econômicos brasileiros independentes nos termos do Artigo 8º, §3º da Instrução Normativa nº 91. O edital e seus anexos estão disponíveis no site da Fundação Cultural de Palmas, na área ‘Informações e Documentos > Editais’.

Os projetos inscritos passarão pelas fases de habilitação, que compreende a análise documental, e avaliação técnica. Na fase de avaliação técnica, os projetos serão julgados segundo os critérios de qualidade e viabilidade técnica; estrutura dramática e construção dos personagens (ficções e animações) ou estratégia de abordagem e estrutura (documentários); experiência do diretor; capacidade gerencial da empresa; visibilidade e repercussão do produto; e possibilidade de promoção da capacitação dos profissionais locais.

Para projetos de obras cinematográficas de longa-metragem, será exigido, para a contratação dos recursos do FSA, contrato de distribuição com empresa distribuidora (salvo quando a produtora também for distribuidora). Consulte o edital para detalhes sobre as condições de inscrição e seleção.

Suplementação de recursos do Brasil de Todas as Telas
O Programa Brasil de Todas as Telas é a maior e mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvida no país, com recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão, oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual. Uma das ações, no eixo que visa fomentar a produção e difusão de conteúdos. Até R$ 95 milhões serão investidos na produção de obras selecionadas por editais de entidades e órgãos públicos de governos estaduais e prefeituras de capitais.

A suplementação de recursos no eixo de Suplementação Regional do Programa é proporcional ao aporte dos órgãos e entidades locais seguindo os seguintes parâmetros: até duas vezes os valores aportados pelos órgãos e entidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e até uma vez e meia os valores aportados pelos órgãos e entidades da região Sul e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. No caso do Rio de Janeiro e de São Paulo, o programa vai investir até o mesmo valor disponibilizado. Para dúvidas sobre a suplementação de recursos do Programa Brasil de Todas as Telas, entre em contato pelo e-mail suplementacao.fsa@ancine.gov.br.
Para mais informações, acesse a página do Programa Brasil de Todas as Telas

Fonte: Ancine

Categorias: Notícias
Tags: , ,

Postado por em | 0 comentários