A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram nesta sexta-feira, 26 de agosto, o resultado preliminar da Chamada Pública PRODAV 07/2016 – Suporte Automático – Desempenho Artístico do Programa Brasil de Todas as Telas. Após a análise da documentação dos 27 envelopes recebidos, 20 inscrições foram deferidas e 7 foram indeferidas. As empresas produtoras independentes têm um prazo de dez dias, ou até o dia 5 de setembro, para apresentar recursos relativos aos atos de deferimento ou indeferimento da inscrição pela Comissão e do resultado preliminar da pontuação.

O recurso deve ser encaminhado, impresso e assinado, para o Escritório Central da ANCINE e será dirigido à Diretoria Colegiada, na qualidade de Secretaria Executiva do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

AGÊNCIA NACIONAL DO CINEMA – ANCINE
CHAMADA PÚBLICA PRODAV 07/2016 – Suporte Automático/ Linha de Desempenho Artístico
Superintendência de Desenvolvimento Econômico – SDE
Av. Graça Aranha, 35.
CEP: 20.030-002
Rio de Janeiro–RJ
Clique aqui para acessar a ata e ver a classificação das empresas produtoras e suas devidas pontuações
O edital premia empresas produtoras em razão do desempenho de suas obras, medido pela indicação e/ou premiação em festivais nacionais e internacionais. São R$ 10 milhões a serem divididos entre as produtoras responsáveis pelas obras lançadas em 2014 que obtiverem as maiores pontuações, com base na participação ou premiação em uma lista de 160 festivais nacionais e internacionais. A partir desta edição, um novo formato de cálculo distribuirá os recursos de forma proporcional entre os contemplados, de acordo com a performance de cada obra no circuito de festivais.

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas
O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA.
Os resultados do Programa vêm superando as metas estabelecidas. Foram 437 longas-metragens e 396 séries ou telefilmes apoiados. A aposta no investimento em desenvolvimento de projetos também foi bem-sucedida, rendendo a estruturação de 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, e garantindo o desenvolvimento de 700 novos projetos de obras audiovisuais.
Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.

Texto e Fonte: Agência Nacional do Cinema

Categorias: Notícias
Tags: , , , ,

Postado por em | 0 comentários