O Ministério da Cultura (MinC) lançou, nesta quinta-feira (22), o Prêmio Culturas Populares, em Caruaru (PE), no Pavilhão das Quadrilhas durante a tradicional festa de São João de Caruaru, uma das maiores do mundo. O evento reuniu autoridades, comunidade e artistas locais, com apresentações como o Boi Tira-Teima, que completa 95 anos neste ano e abriu a cerimônia. Outras atrações que permearam a noite foram as do mestre mamulengueiro Seu Sebá, que apresentou ao público cenas com os bonecos Ventania e Mariá, e da Banda de Pífanos Dois Irmãos (veja fotos ao fim da matéria).

“O edital vem reconhecer o valor artístico dos mestres e mestras que, por meio do seu trabalho, mudam a vida das pessoas e mantêm viva a história de um povo, que se dá por meio da cultura”, afirmou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Débora Albuquerque, durante evento de lançamento do Prêmio Culturas Populares

“É uma honra para o MinC lançar este edital em Caruaru, um dos maiores celeiros de expressões culturais populares do Brasil”, destacou a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Débora Albuquerque, durante o evento. “O edital vem reconhecer o valor artístico dos mestres e mestras que, por meio do seu trabalho, mudam a vida das pessoas e mantêm viva a história de um povo, que se dá por meio da cultura”, afirmou.
Com inscrições abertas até 28 de julho, o edital vai premiar 500 iniciativas da cultura popular brasileira, com R$ 10 mil cada. Este é o maior edital em número de premiações e recursos já lançados pelo MinC para a Cultura Popular.
Débora Albuquerque enfatizou que o número de contemplados e os recursos investidos – mais de R$ 6 milhões – refletem a preocupação da Pasta em valorizar o trabalho realizado por mestres e fazedores da cultura popular.
A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, também presente à cerimônia, agradeceu o apoio “irrestrito” do MinC para o São João de Caruaru e para incentivar as manifestações populares. “Queria agradecer este momento de celebração da cultura popular em meio ao nosso São João. O que diferencia a nossa festa junina são essas manifestações culturais”, observou. O MinC contribuiu com R$ 300 mil para a realização da festa.
Saiba mais sobre os artistas que participaram da cerimônia:
  
A Banda de Pífanos Dois Irmãos de Caruaru, surgida em 1928, em Riacho das Almas (PE), já se apresentou nos Estados Unidos e na Europa. Atualmente é composta por Severino dos Santos e João Alfredo Marques dos Santos, conhecido como Seu João do Pife, por ser mestre na arte de fazer, ensinar e tocar o pífano, instrumento de sopro.
Mestre Sebá, nome artístico de Sebastião Alves Cordeiro, ator e mestre mamulengueiro. Fundou o Teatro de Mamulengos Mamusebá, a Companhia Pernas pra Circulá e o Teatro Garagem Mamusebá. Durante o lançamento do Prêmio Culturas Populares se apresentou com os bonecos Ventania e Mariá.
O Boi Tira-Teima, criado em 1922 como mais uma opção para se brincar carnaval, conta hoje com 35 participantes. Durante as apresentações, os bois brigam entre eles e as disputas, chamadas de “teimas”, deram origem ao nome do grupo.
Acesse as notícia completa em: goo.gl/rhDm6K
Texto: Cecilia Coelho
Fotos: Janine Moraes
Fonte e Texto: Assessoria de Comunicação/Ministério da Cultura

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Categorias: Notícias
Tags:

Postado por em | 0 comentários