A qualidade da produção cinematográfica brasileira cresceu muito nos últimos anos e tem despertado interesse em todo o mundo. No entanto, essa produção ainda não encontrou espaço de exibição no mercado nacional.

É preciso tornar essa produção acessível ao maior número de pessoas. Além de incentivar a realização de filmes de longa-metragem de produção ou coprodução brasileira, é necessário estimular a exibição desses filmes no circuito comercial de cinema. Isso, porque são nessas salas – localizadas em shoppings, centros culturais etc. – que a maioria das pessoas vai assistir a filmes.


Como esta meta está sendo medida

Pela média anual do número de filmes de longa-metragem no circuito comercial de cinema.


Histórico da meta

meta 21 historico

Em 2015, o percetual de alcance da meta em relação ao ano de 2020 foi de 86%.

** Quantidade de filmes brasileiros de longa-metragem com produção ou coprodução brasileira lançados no circuito comercial de cinema.

Fonte: Agência Nacional do Cinema (Ancine)

Data de atualização: 31/12/2015

Situação atual da meta

De acordo com os dados divulgados pelo Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual (OCA), da Agência Nacional de Cinema (ANCINE),  em  2015,  foram lançados 129 filmes brasileiros de longa-metragem no circuito comercial de cinema.




grafico meta 21

 

O que está sendo feito para alcançar esta meta

O desempenho da meta foi satisfatório, tendo em vista que a meta alcançou  129% do planejado para o ano de 2015. Observa-se ainda um aumento de 12% em relação aos 114 lançamentos do ano de 2014. Comparado ao ano de 2010, houve um aumento de 72%. Além disso, é importante destacar que, por meio do projeto de digitalização do parque exibidor, 770 salas de cinema passaram pelo processo de digitalização e 750 salas forma beneficiadas pelo Regime Especial de Tributação para o Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (RECINE).

A partir do rol de instrumentos financeiros, a Ancine opera diferentes modalidades de fomento à cadeia produtiva do setor. Ela realiza as seguintes atividades que contribuem para o alcance da meta:


  • ANCINE + simples: O ANCINE + Simples, um plano de ações para a qualificação da gestão do financiamento público do audiovisual, dinamizou as operações do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), aumentando a produtividade e a transparência dos processos e qualificando as análises e decisões da Agência.

  • Programa Brasil de Todas as Telas: dá continuidade ao programa de fomento ao setor audiovisual do País. Com objetivo de transformar o Brasil em um relevante centro produtor e programador de conteúdo. Como exemplo, são algumas linhas de ação do programa: aporte, distribuição e complementação na produção de longas-metragens ; projetos de produção independente,; incubação de núcleos criativos em empresas produtoras ou desenvolvedoras de projetos, entre outros.

  • Programa Cinema Perto de você: disponibilização de linhas de crédito e investimento para abertura de novas salas de cinema.

  • Edital do Programa Ancine de Qualidade - é um mecanismo de fomento à indústria cinematográfica brasileira, que concede apoio financeiro às empresas produtoras em razão da premiação ou indicação de longas-metragens brasileiros, de produção independente, em festivais nacionais e internacionais.


Saiba mais:

  • sobre o Programa Ancine de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro, clique aqui.

  • sobre o Fundo Setorial do Audiovisual, clique aqui.

  • sobre o Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual (OCA), clique aqui.

  • sobre o Informe de Acompanhamento de Mercado (segmentos salas de exibição), de 04 de janeiro de 2013 a 04 de julho de 2013, clique aqui.


 

Veja todas as metas que também estão nos temas : ,

Ver mais metas marcadas com as tags: , , , ,