Os projetos de apoio previstos nesta meta deverão atuar junto às cadeias produtivas das atividades culturais (Meta 7 e Meta 8). Esses projetos devem se basear em:

  • levantamento de informações e dados da economia criativa;
  • articulação e estímulo ao fomento de empreendimentos criativos;
  • educação para competências criativas;
  • produção, circulação ou distribuição de bens e serviços criativos;
  • consumo ou fruição de bens e serviços criativos; e
  • criação ou adequação de marcos regulatórios para os setores criativos.

O objetivo do apoio será ajudar a transformar projetos em empreendimentos nos segmentos culturais –  de acordo com definição da Unesco- de patrimônio natural e cultural, espetáculos e celebrações, artes visuais e artesanato, livros e periódicos, audiovisual e mídias interativas e design e serviços criativos.


Como esta meta está sendo medida

Pelo número de projetos desenvolvidos pelo Ministério da Cultura voltados à sustentabilidade econômica da produção cultural local, incluindo os Arranjos Produtivos Locais (APL) criativos.


Histórico da meta

historico meta 09

Em 2015, o percentual de alcance da meta, em relação ao ano de 2020, foi de 77%.

Obs.: Em 2015, por meio da Portaria nº 80/2015, foi transferida para a Secretaria de Políticas Culturais (SPC) a gestão das políticas públicas do Ministério da Cultura  que eram realizadas anteriormente pela Secretaria da Economia Criativa (SEC).

Fonte: Secretaria de Políticas Culturais  (SPC)

Data de atualização: 31/12/2015

Situação atual da meta

Até 2015, foram beneficiados 231 projetos de apoio à sustentabilidade econômica.




O que está sendo feito para alcançar esta meta

Prevendo organizar outras formas de intervenção do Ministério da Cultura (MinC) junto às tecnologias sociais e econômicas operadas por Arranjos Produtivos Locais (APL’s) atuantes em cadeias produtivas dos setores culturais, foram estabelecidos 4 (quatro) termos de cooperação junto às instituições de ensino para fortalecimento técnico e institucional de APL’s e a criação de um Banco Comunitário (a) parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso, que apoia a constituição de tecnologias de colaboração produtiva e sustentabilidade da produção cultural das comunidades de povos indígenas; b) parceria com Instituto Federal de Goiás, visando à articulação de um APL junto a comunidades quilombolas, localizadas nas imediações do município de Uruaçu; c) parceria junto à Universidade Federal Fluminense, o qual articula-se o desenvolvimento de sustentabilidade e colaboração produtiva junto a comunidades do Estado do Rio de Janeiro e empreendimentos culturais do Cariri Cearense; e d) parceria com a Universidade de Brasília, que tem como objetivo a constituição de um banco comunitário na Ceilância – DF).

Além disso, o MinC lançou os Editais do Conexão Cultura Brasil #negócios que contemplaram 48 projetos. O edital tinha como objetivo  fomentar a participação de empreendedores da economia criativa em eventos de mercado, para ampliar os espaços de difusão dos bens e serviços culturais brasileiros, bem como fortalecer suas bases de sustentabilidade de médio e longo prazo.

Saiba mais:

Veja todas as metas que também estão nos temas : ,

Ver mais metas marcadas com as tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,