As características culturais de uma cidade ou região são fundamentais para o desenvolvimento do turismo local.

O Ministério do Turismo estabeleceu um Índice de Competitividade para avaliar os 65 principais destinos turísticos do Brasil. Essa avaliação atribui uma nota a 13 dimensões, entre as quais a infraestrutura geral, o marketing e os aspectos culturais.

A dimensão dos aspectos culturais abrange a produção cultural do destino associada ao turismo, a preservação do patrimônio histórico e cultural e a estrutura municipal para o apoio à cultura.


Como esta meta está sendo medida

Por meio da nota da dimensão "aspectos culturais" no Índice de Competitividade do Turismo Nacional do Ministério do Turismo em relação à nota de 2010.

 

Histórico da meta

meta 10

Em 2015, o percentual de alcance da meta, em relação ao ano de 2020, foi de 14%.

* Em 2012 o Ministério do Turismo não realizou pesquisa.

Fonte: Nota da dimensão “aspectos culturais” no Índice de Competitividade do Turismo Nacional - 2013. Ministério do Turismo

Data de atualização: 31/12/2015

Situação atual da meta

Em 2015, a nota da dimensão “aspectos culturais” do Índice de Competitividade do Turismo Nacional foi de 64,0 pontos. Ela representa o dado mais recente divulgado pelo Ministério do Turismo (MTur) no “Relatório Brasil 2015” - documento sobre o Índice de Competitividade do Turismo Nacional que avalia o desempenho de 65 destinos indutores do desenvolvimento turístico regional. A nota do Índice teve um aumento de 14% em relação ao ano de 2010, cuja nota era 55,9.




situação atual meta 10

O que está sendo feito para alcançar esta meta

A Fundação Cultural Palmares (FCP) promoveu o  seminário "Turismo Cultural Étnico sob a perspectiva da Economia da Cultura“, com sua programação em torno de comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra.

Além disso, o Instituto Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) trabalha com o PAC Cidades Históricas que atenderá 44 cidades, em 20 estados da Federação, reconhecidas como patrimônio nacional e 11 como patrimônio mundial. Os proprietários podem recuperar suas residências ou mesmo investir na adaptação de edifícios para exploração econômica como hotéis, pousadas e restaurantes. Também está em andamento uma nova estratégia de preservação do patrimônio cultural comprometida com o desenvolvimento local e sustentável, proporcionando incentivos à melhoria da qualidade de vida e de infraestrutura.

Atualmente, o Iphan em articulação com o Ministério do Turismo MTur está propondo o estabelecimento de uma ação conjunta para o desenvolvimento de um sistema de certificação de destinos patrimoniais, o qual implicará no fomento de iniciativas que favoreçam a qualificação da atividade turística em destinos de dominância patrimonial.

Saiba mais:


  • sobre a nota dos aspectos culturais nos 65 destinos indutores - referente ao estudo de 2013, clique aqui.

  • sobre a nota dos aspectos culturais nos 65 destinos indutores - referente ao estudo de 2011, clique aqui.

  • sobre o Estudo de Competitividade 2011 do Ministério do Turismo, clique aqui.

  • sobre o Estudo de Competitividade 2010 do Ministério do Turismo, clique aqui.

  • sobre a pesquisa Museus e Turismo de 2014, clique aqui.


 

Veja todas as metas que também estão nos temas : , ,

Ver mais metas marcadas com as tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,